Página Interna

Fortaleza marca presença na Conferência Anual da Rede de Cidades Criativas da Unesco

Evento acontece em Santos (SP), entre os dias 18 a 22 de julho. Foto: Reprodução/Instagram.

Desde a segunda-feira (18) até a próxima sexta (22), Fortaleza marca presença na 14ª Conferência Anual da Rede de Cidades Criativas da Unesco, em Santos (SP). A capital cearense integra a Rede desde 2019 e, entre os compromissos assumidos da chancela, está a participação em intercâmbios e conferências.

Realizada pela primeira vez na América Latina, a edição do evento reúne gestores públicos de todo mundo para discutir o papel da cultura e da criatividade na construção de uma sociedade mais inclusiva e igualitária. O evento propõe uma troca de experiências e informações sobre cultura e criatividade no contexto urbano.

Santos, Cidade Criativa do Audiovisual, passou a integrar a Rede de Cidades Criativas da Unesco em 2015 e, neste ano, foi escolhida para sediar a Conferência Anual. Além de promover o encontro entre pontos focais, a programação também reúne iniciativas de sucesso da Rede da Unesco na Expo Cidades Criativas Brasileiras.

Nesta terça-feira (19), segundo dia de evento, acontece o Encontro Internacional das Cidades Criativas da Unesco. Estarão presentes conferencistas representantes da Unesco, das cidades-membro da Rede de Cidades Criativas e a direção do Departamento Cultural e Educacional do Ministério de Relações Exteriores.

Destaques do design cearense

Em programação paralela, acontece o Pavilhão do Design, no Museu Pelé. De quinta-feira a domingo (21 a 24/07), o público poderá conhecer de perto alguns dos expoentes do design cearense.

A exposição Fortaleza Criativa tem curadoria de Alberto Gadanha, ponto focal de Fortaleza na Rede de Cidades Criativas da Unesco, e Allyson dos Reis, presidente da Associação Ceará Design. O projeto expográfico é de Renata Pinheiro, designer do Gabinete da Vice-Prefeitura Municipal de Fortaleza.

Entre produtos presentes na exposição, estão os trabalhos de Ivanildo Nunes, com vestidos artesanais em bilro e crochê, bolsas da Catarina Mina; “REVER” – um palíndromo de Leonardo Buggy, Uritu Cafés, o Capacete de respiração assistida (ELMO) com design industrial de Herbert da Rocha, professor e integrante do Laboratório de Pesquisa e Inovação em Cidades (Lapin – UNIFOR) e a poltrona Caré, de Leo Ferreiro.

No último dia de conferência, na sexta-feira (22), o ponto focal de Fortaleza, Alberto Gadanha, participa do Painel Cidades Criativas do Design, no Museu Pelé, dentro do Pavilhão do Design.

Topo Logo

Apoio e patrocinio