Página Interna

Fortaleza Criativa: Ministério do Turismo lança websérie sobre cidades criativas do Brasil

Episódios sobre Fortaleza e outras 11 cidades criativas estão disponíveis no Youtube. Foto: Reprodução/MTur.

Nesta segunda-feira (27), o Ministério do Turismo lançou a websérie “Cidades Criativas do Brasil”, com o objetivo valorizar a economia criativa dos 12 municípios que ostentam o título de cidade criativa da Unesco. Fortaleza é um deles, tendo recebido a chancela de cidade do Design em 2019.

Os 12 episódios, disponíveis no Youtube, trazem entrevistas e imagens exclusivas destacando o melhor de cada cidade. A iniciativa faz parte de estratégia desenvolvida pela pasta para posicionar e promover o Brasil como um destino competitivo e criativo, por meio das cidades criativas brasileiras.

Clique aqui para assistir ao episódio de Fortaleza e a todos os demais. Junto aos 12 episódios inéditos, o Ministério do Tursimo lançou também um livro contendo registros obtidos durante a gravação dos vídeos.

Além da capital cearense, são retratadas na websérie: Brasília (DF) e Curitiba (PR), também no segmento do design; João Pessoa (PB), no segmento de artesanato e artes populares; Recife (PE) e Salvador (BA), cidades criativas da Música; Belém (PA), Florianópolis (SC), Paraty (RJ) e Belo Horizonte (MG), no campo da gastronomia; Santos (SP), no campo do cinema; e Campina Grande (PB), incluída em 2021 no segmento Artes Midiáticas.

O objetivo do Ministério do Turismo é formar a Rede Brasileira de Cidades Criativas, prevista para lançamento em setembro de 2022, e que apoiará o desenvolvimento inclusivo e sustentável das cadeias produtivas da economia criativa e do turismo criativo. Quando instituída, a Rede deverá abrigar municípios brasileiros que trabalhem o potencial criativo de seus territórios.

Unesco

A Rede de Cidades Criativas da Unesco foi lançada em 2004 com o objetivo de promover a cooperação entre as cidades que reconhecem a criatividade como um fator importante no seu desenvolvimento urbano nos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais.

As cidades que aderem à rede se comprometem a compartilhar boas práticas e a desenvolverem parcerias para promover as indústrias da cultura e da criatividade no âmbito de seus planos de desenvolvimento urbano.

Com informações do Ministério do Turismo.

Topo Logo

Apoio e patrocinio