Página Interna

Festas juninas em Aquiraz acontecem pela primeira vez com fogos de artifício silenciosos

Em fevereiro, a Câmara Municipal aprovou lei que proíbe fogos que causem barulho.

No Brasil, junho é o mês das festas em homenagem a São João, Santo Antônio e São Pedro, e, no Nordeste, os festejos juninos são sinônimo de forró, quadrilha e muita comida boa. Fogueiras, bandeirolas e fogos de artifício também são alguns dos símbolos que embelezam os arraiás.

Apesar da tradição, o uso dos fogos pode causar um grande sofrimento e estresse para pessoas e animais sensíveis aos fortes barulhos das explosões. Em Aquiraz, no litoral leste do Ceará, 2022 será o primeiro ano de festas juninas com a obrigação de que esses fogos sejam silenciosos.

Em fevereiro deste ano, a Câmara Municipal de Aquiraz aprovou e foi sancionada a lei que proíbe no município a utilização, fabricação e comercialização de fogos de artifício e explosivos diversos que causem barulho.

Com a lei, só ficam permitidos os artefatos sem estampidos, ou silenciosos, a fim de proteger o bem estar da comunidade e dos animais. O texto cita que obedece o estabelecido por Lei Federal, onde diz que “é proibido causar sofrimento e estresse desnecessário aos animais”.

A partir deste ano, com a lei já em vigor, em todas as atividades comemorativas desenvolvidas pelo município nas quais sejam utilizados fogos de artifício, obrigatoriamente serão usados aqueles do tipo silencioso.

Isso se aplica também às atividades promovidas por particulares, e a obrigação deve constar inclusive no alvará para uso de fogos de artifícios. O não cumprimento desta lei acarretará multa, e imagens ou filmagens feitas por dispositivos eletrônicos, como celulares, poderão servir como provas.

A mensagem do Poder Executivo municipal, que propôs a lei, destaca que “é absolutamente possível, como comprova a legislação adotada por vários municípios brasileiros, realizar exuberantes e festivos eventos comemorativos sem a utilização de efeitos pirotécnicos estrondosos e perturbadores, não só aos animais, mas também […] a crianças e a idosos.”

Sem os barulhos, todos podem aproveitar juntos a beleza e alegria das festas juninas, enaltecendo o melhor das tradições nordestinas e cearenses dos nossos arraiás. E viva São João!

Topo Logo

Apoio e patrocinio