Página Interna

Covid-19: Passaporte sanitário deixa de ser obrigatório no Ceará

Decisão foi anunciada pela governadora nesta sexta-feira (5). Foto: Vanessa Queiroga.

A governadora Izolda Cela anunciou em suas redes sociais, nesta sexta-feira (5), que o passaporte sanitário deixa de ser obrigatório no Ceará, passando a ser apenas uma recomendação.

A decisão foi deliberada pelo Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia. Segundo o colegiado, a medida se tornou viável pelos baixos números da Covid-19 no Estado. O uso de máscara segue obrigatório em unidades de saúde e transporte coletivo.

“Os índices da covid seguem baixos em todo o estado, bem como não há pressão assistencial nas unidades de saúde”, informou Izolda Cela.

“Lembrando que a máscara protege da circulação viral não apenas da covid, mas de outras doenças transmissíveis”, destacou a chefe do Executivo Estadual.

A governadora também pediu para que a população continue buscando o processo de imunização, grande responsável pelo momento de redução de gravidade da pandemia.

“Reitero que a vacinação é a melhor forma de superarmos de vez essa pandemia. Procurem os locais de imunização para tomar as doses de reforço e vacinar as nossas crianças”, afirmou.

Topo Logo

Apoio e patrocinio