Página Interna

Unimed Ceará investe em tecnologia e novas unidades no estado em 2022

Com foco em expandir geograficamente sua atuação, a Unimed Ceará se prepara para atingir novos clientes no estado em 2022. Quatro novas clínicas de Atenção Integral à Saúde (AIS) serão construídas em quatro regiões: Crateús, Quixadá, Itapipoca e Iguatu. A previsão de conclusão das obras é até o fim do segundo semestre deste ano. O modelo de AIS já está implantado em Limoeiro do Norte e será replicado nas outras localidades.

“A clínica contará com equipe composta por médico com especialização em Medicina de Família e Comunidade, enfermeiro e técnico de enfermagem. Será oferecido um cuidado centrado no cliente de forma integral, holística, humanizada e resolutiva, com o objetivo de promover saúde e evitar agravos. Nas unidades também será possível realizar pequenos procedimentos ambulatoriais”, explica Kelline Paiva, Gerente de Atenção Primária da Unimed Ceará.

A Unimed Ceará também investirá na ampliação de consultórios para o serviço de telessaúde. Em Fortaleza, esse processo será realizado na AIS localizada na sede do antigo Ibeu Ceará. Dessa forma, aumentará o número de consultórios para atendimento on-line e da equipe multiprofissional. Até o fim de 2022, é esperado que 50 mil clientes sejam beneficiados pelas melhorias.

Tecnologia em ascensão

Outro ponto de atenção da rede no estado é o investimento em tecnologia para estar mais perto dos pacientes. No caso do serviço de telessaúde, a assistente do cuidado irá realizar a triagem dos pacientes por meio do uso de inteligência artificial via WhatsApp, como forma de reduzir idas desnecessárias a um Pronto Atendimento (PA).

A inteligência artificial está em período de testes com o público interno. Segundo Kelline Paiva, a expectativa é de que até meados de fevereiro todos os beneficiários tenham acesso ao serviço.

“O cliente poderá acessar a ferramenta a partir do site da Unimed. Começará uma interação entre o robô e o cliente através do WhatsApp. À medida que o cliente vai informando os sintomas, o robô vai interagindo e ao final, conforme os sintomas relatados, o cliente pode receber um link para realizar uma teleconsulta, receber o contato da equipe de enfermagem, ou já ser orientado a procurar um PA”, comenta a gerente.

A tecnologia também permitirá um acompanhamento dos beneficiários com doenças crônicas. O robô realizará contato via WhatsApp, para passar a interagir e saber como está o estado de saúde dos pacientes. Caso haja sinal de descompensação, o robô sinaliza a equipe de enfermagem, que entrará em contato imediatamente.

Topo Logo

Apoio e patrocinio