Página Interna

Mês do idoso tem programação cultural em Fortaleza para a melhor idade

O Dia Internacional do Idoso é comemorado no dia 1º de outubro. Em 2019, o número de idosos no Brasil chegou a 32,9 milhões — de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), pessoas com mais de 60 anos serão um quinto do planeta em 2050. A arte, neste contexto, é aliada ao segmento populacional e teremos ao longo deste mês em Fortaleza uma extensa programação para celebrar o mês do idoso. Nesta semana serão quatro dias com atividades diversas gratuitas e presenciais, nos próximos dias 5, 13, 19 e 26 no Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB).

Após o confinamento exigido pela pandemia de Covid-19, agora ocorre uma retomada das atividades culturais de forma segura e coletiva. A proposta é viabilizar o idoso ativo de Fortaleza. Qual é o papel que ele tem na sociedade hoje? Que tipo de influência ele exerce? Que apoio ele tem? Como ele está sendo tratado? Dar espaço aos idosos com talento e mostrar que eles têm capacidade de seguir sendo uma pessoa pensante e atuante, mostra que a sociedade vê o idoso pela contribuição que ele dá e não para o ônus que ele pode representar. Afinal ninguém nunca para de aprender, a vida nunca para de nos ensinar.

 

Programação em comemoração ao Mês do Idoso

AtivoIdade

Quando: dias 5, 13, 19 e 26

Onde: Centro Cultural Banco do Nordeste (R. Conde d’Eu, 560 – Centro)

Gratuito

 

Programação CCBNB

Terça, 5/10

17h – Esquete “O sapateiro” com Irismar Costa

– Teatro-novela: “Três amores, ou quase”, direção de Walden Luiz – episódio 1

– “Luzia” com Mazé Figueiredo

– Esquete “Boneca piche” com Miriam Medeiros e Vera Martins

 

Quarta, 13/10

16h30 – Abertura com Ione Azevedi

– “Envelhecimento e Felicidade: Mito ou realidade?” com Elenita Figueiredo

17h – Momento do Riso com Amélia Alencar

– Teatro-novela: “Três amores, ou quase”, direção de Walden Luiz – episódio 2 com Piter Brasilino

– Recital poético “Eu sei que vou te amar” com Sonia Federico

 

Terça, 19/10

16h30 – Abertura com Helenira Limaverde

– Dança Espanha

– “Longevidade: Viver e existir” com Mazé Figueiredo

17h – Dança França

– Teatro-novela: “Três amores, ou quase”, direção de Walden Luiz – episódio 3 com Ana Célia

– Dança Brasil

– “Um tango argentino” – Vera Martins e Nill Oliveira

 

Terça, 19/10

16h30 – Abertura com Helenira Limaverde

– Dança Espanha

– “Longevidade: Viver e existir” com Mazé Figueiredo

17h – Dança França

– Teatro-novela: “Três amores, ou quase”, direção de Walden Luiz – episódio 3 com Ana Célia

– Dança Brasil

– “Um tango argentino” – Vera Martins e Nill Oliveira

 

Apoio e patrocinio