Página Interna

Exportação de calçados cearenses já soma US$ 166 milhões em 2021

Dados da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) apontam que as exportações do setor seguem em elevação, e que o Ceará continua sendo o maior exportador do país em volume. Nos dez primeiros meses de 2021, as fábricas cearenses enviaram ao exterior 30 milhões de pares de calçados, um aumento de 18,4% no volume do mesmo período do ano passado.

As exportações do nosso estado geraram US$ 166,8 milhões em receita, um incremento de 22,5% na relação com o acumulado de janeiro a outubro de 2020. Nesse período, os calçados cearenses corresponderam a 23,4% do total exportado pelo Brasil.

Já em valor agregado, o Ceará perde para o Rio Grande do Sul, que acumulou US$ 317 milhões com a exportação de 25,7 milhões de pares nesse período. O terceiro maior exportador foi São Paulo, de onde partiram 6,82 milhões de pares por US$ 75 milhões.

Exportações brasileiras

Nacionalmente, outubro foi o primeiro mês de 2021 que registrou altas em volume e receita na relação com o período pré-pandemia, em 2019. No mês dez, foram embarcados 12,85 milhões de pares, que geraram US$ 93,96 milhões, altas de 23,3% e 69,6%, respectivamente, comparado a outubro de 2020.

O principal destino do calçado brasileiro no exterior continua sendo os Estados Unidos, seguido pela Argentina e pela França. Os três países somados exportaram US$ 320 milhões em pares. Ainda segundo o relatório da Abicalçados, o nível pré-pandemia das exportações brasileiras já foi superado em 95 países de destino.

Apoio e patrocinio