Página Interna

Ceará é destaque por ter o menor índice de pobreza por aprendizagem do nordeste, segundo estudo do Banco Mundial 

O Banco Mundial mapeou e divulgou por meio do estudo “Todas as crianças poderão ler até 2030? – Definindo a Pobreza de Aprendizagem e Mapeando as Dimensões do desafio” as cidades que têm um índice evoluído de menor índice de pobreza educacional do Brasil. Como destaque, o Ceará aparece por ser um dos estados brasileiros com menor índice de pobreza de aprendizagem.

Pobreza de aprendizagem é uma métrica proposta pelo Banco Mundial e o Instituto de Estatística da UNESCO em outubro de 2019, com o objetivo de destacar os baixos níveis de aprendizagem e acompanhar o progresso no sentido de garantir que todas as crianças tenham acesso à boa educação.

Usando como base a Prova Brasil e a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar, o trabalho afirma que o Ceará “mesmo sendo um dos estados mais pobres do Nordeste do Brasil, possui uma das menores taxas de pobreza educacional”.

Apoio e patrocinio