Página Interna

Artigo por Rayssa Thomaz: Oito marcas que estão nas Olimpíadas e que você precisa conhecer

Durante o desfile das delegações esportivas na abertura da Olimpíada de Tóquio, as seleções mostraram sua diversidade e sua cultura. Com isso, muitas marcas queriam mostrar seu valor no maior evento esportivo do mundo.

Confira as marcas que foram destaques na cerimônia de abertura dos jogos olímpicos: 

Wöllner

Responsável por vestir a equipe brasileira na cerimônia inaugural, a marca carioca Wöllner trouxe para as quadras estampas que carregavam uma mistura entre a cultura brasileira e japonesa. 

“Unimos as duas culturas e utilizamos os contos da Carpa que ao superar os obstáculos e subir uma cachoeira se torna um dragão, e a do nosso peixe amazônico, o Pirarucu, que, reza a lenda, já foi um grande guerreiro dos Nalas”.

 

Havaianas

Um símbolo brasileiro que não poderia faltar na mala dos atletas é a Havaianas. A marca foi a primeira marca de calçados a compor o uniforme oficial dos atletas durante a cerimônia de abertura dos jogos. 

“As sandálias que serão usadas em Tóquio são os únicos objetos capazes de representar o Brasil inteiro. Afinal, quem aqui não tem uma dessas em casa?”, diz Fefa Romano, CMO da Alpargatas.

 

Skims

A Skims, marca de shapewear da Kim Kardashian, também entrou nas olimpíadas como responsável por moldar o corpo dos atletas norte-americanos, com lingeries, roupas confortáveis e pijamas. A marca contou com a participação da modelo Kate Moss para sua campanha. 

 

Ralph Lauren

Outra marca responsável pelo vestuário da federação estadunidense foi a Ralph Lauren. A marca criou uniformes brancos com detalhes em azul-marinho, feitos de materiais sustentáveis. O uniforme tem ainda referências aos soldados da marinha, levantando o lado patriota das peças. 

 

Levi’s

Responsável pelo uniforme olímpico da federação canadense e pela inovação no vestuário feito com o jeans como um de seus principais materiais, a Levi’s em parceria com a marca Hudson Bay. As peças foram estampadas com grafites misturados à bandeira do Canadá e palavras em japonês. As peças tem ainda um propósito agênero.

“Nossa coleção festeja a inclusão e a neutralidade de gênero, ao mesmo tempo que captura um sentimento juvenil e de comemoração”

 

Telfar Clemens

A marca conhecida por suas icônicas bolsas, que ganharam espaço entre grandes nomes, Telfar Clemens é o responsável por vestir os atletas da delegação olímpica da Libéria. Segundo uma reportagem para o The New York Times, a parceria surgiu do contato com um dos atletas, Emmanuel Matadi, após sua namorada comentar sobre a it bag do designer. Telfar criou uma coleção de 70 peças e afirma que deverá inserir peças com inspirações esportivas em seu catálogo. 

“Essa é a roupa que queremos vender pelo resto de nossas vidas”, afirmou Clemens.

 

Lacoste

Lacoste, responsável oficial da delegação francesa desde 2012, foi o criador dos uniformes franceses que trazem o oversized como tendência. As jaquetas criadas pela marca fazem referência ainda a um dos trajes tradicionais japonês, o quimono. 

 

Armani

Giorgio Armani foi o criador do vestuário italiano para essa olimpíada. Na coleção, macacões e camisetas que foram apresentadas junto a coleção de primavera/verão da marca. Segundo o Comitê Olímpico da Itália, as peças são únicas e elegantes, com gráficos que prestam homenagens claras ao país anfitrião dos jogos. O círculo tricolor presente na parte da frente dos agasalhos são uma homenagem à bandeira do Japão, além de ter “Itália” escrita com a grafia japonesa.

 

Por Rayssa Thomaz

Especialista em Marketing 

Apoio e patrocinio