Página Interna

Pesquisadoras da UFC criam bebida funcional feita com água de coco e chá de hibisco

Imagine uma bebida prática, refrescante, saborosa, visualmente atrativa e que, além disso, contém substâncias que proporcionam uma série de benefícios à saúde. Essas são algumas características de um invento desenvolvido no Departamento de Engenharia de Alimentos da Universidade Federal do Ceará (UFC). Pesquisadoras uniram a água de coco e o chá de hibisco ‒ ambos reconhecidos por suas propriedades nutritivas e antioxidantes ‒ para criar uma nova bebida funcional.

A invenção é intitulada “Bebida funcional de água de coco e chá de hibisco (Hibiscus sabdariffa L.)” e resultou na 21ª carta patente para a UFC, concedida no último dia 30 de novembro pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Assinam a criação a Profª Lucicléia Barros Vasconcelos Torres, a pesquisadora Jorgiane da Silva Severino Lima e a Profª Mazé Carvalho de Castro.

O mesmo trio foi responsável por outra patente, referente a um revestimento que aumenta a vida útil de alimentos. Ambas as pesquisas foram desenvolvidas no Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos da UFC. Um artigo sobre o assunto foi publicado pela equipe no periódico International Journal of Gastronomy and Food Science.

Hibisco

Entre as propriedades atribuídas ao cálice do hibisco estão atividade antiobesidade e antidiabética, efeito antiespasmódico (prevenção de espasmos), atividade antibacteriana, antiparasitária e anti-inflamatória, efeito anti-hipertensivo, prevenção a doenças cardiovasculares, ao câncer de próstata e à leucemia.

Água de coco

Um dos benefícios da água de coco é a capacidade de repor eletrólitos em função de sua composição química, que a torna nutritiva e com sabor e aroma agradáveis. Também é considerada uma excelente fonte de potássio, componente importante para a capacidade de contração muscular, sendo por isso uma aliada de esportistas e atletas que necessitam da reposição desse mineral.

Benefícios

Os resultados apontam que a bebida supre cerca de 53% das necessidades diárias (100 miligramas) de vitamina C. Segundo as pesquisadoras, outros estudos têm demonstrado que os compostos fenólicos, entre eles os flavonoides, extraídos do vinho tinto, do suco de uva e dos chás, podem agir na prevenção de algumas doenças, como, por exemplo, a aterosclerose. Por isso, elas preveem que a bebida mista de chá de hibisco e água de coco também pode apresentar esse potencial, já que possui expressiva quantidade de polifenóis.

“A bebida desenvolvida pode fornecer ao consumidor a possibilidade da ingestão de uma boa quantidade de antioxidantes e consequentemente de compostos bioativos. Sabe-se que os compostos fenólicos apresentam boa atividade antioxidante, sendo capazes de sequestrar os radicais livres para formar compostos mais estáveis”, pontua Lucicléia. Por enquanto, ainda não há previsão de produção comercial da bebida.

Topo Logo

Apoio e patrocinio