Página Interna

Ocupação hoteleira alcança taxas acima de 80% no Réveillon

Uma das épocas mais esperadas do ano para o turismo, o Réveillon de 2022 apresentou índices muito positivos para o setor hoteleiro em todo o Brasil. Com boas expectativas para o período, alguns destinos do país registraram taxas de ocupação superiores a 80%, segundo o Ministério do Turismo. No Ceará, a ocupação hoteleira chegou a 90%.

A pasta também deu destaque para Recife (PE), que teve 95% de ocupação, e para os atrativos de Santa Catarina, que quase tiveram sua lotação máxima para a celebração. A cidade do Rio de Janeiro, um dos principais destinos do país, também não ficou para trás, chegando a 92% de ocupação hoteleira.

Outras cidades fluminenses apresentaram índices próximos a 100% de ocupação, como Petrópolis (93%) e Angra dos Reis (97%). Pernambuco, Tamandaré e Olinda registraram 90%. Nos municípios alagoanos de São Miguel dos Milagres, Maragogi e Porto das Pedras, os números também foram animadores, chegando a 100%.

Em Salvador, na Bahia, os turistas ocuparam até 90% da capacidade dos hotéis da cidade. No Rio Grande do Norte, o percentual médio foi de 80%, com destaques para a cidade de Natal, Pipa e São Miguel do Gostoso. Na capital catarinense, Florianópolis, o índice foi de 95%. Já no Maranhão, o número foi superior a 80%.

Aeroportos

Estimativas do Ministério do Turismo apontaram que 6,7 milhões de pessoas iriam passar pelos principais aeroportos do país durante as duas últimas semanas do ano de 2021. O número foi aproximadamente 55% maior do que o registrado em 2020, quando o índice chegou a 4,3 milhões.

Entre os terminais com maior circulação estiveram o de Congonhas, com 844,6 mil passageiros, e o de Viracopos, com 634 mil, ambos localizados no estado de São Paulo.

Topo Logo

Apoio e patrocinio