Influenciadores 50+ têm gerado muitas conexões na sociedade brasileira

Por Redação - Conexão085

Foto: Arquivo Pessoal

Por muitos anos o Marketing de Influência era dominado pelos mais jovens. Esta dinâmica tem mudado mais a cada dia, com o surgimento de influenciadores acima de 50 anos. Eles geram conexões, tanto com o público da mesma faixa etária quanto com os mais jovens, produzindo conteúdo para vários nichos.

A influencer 50+, fundadora da plataforma Conexão 085, comunicadora e mentora, Lídia Oliveira, comenta sobre sua vivência no digital: “Confesso que no começo foi bem desafiador, porque sempre atuei no backstage, formando equipes, na Direção Comercial e Estratégia. Então, ao vir para linha de frente enfrentei preconceitos, porém acredito que a idade não nos limita, a menos que a gente deixe que isso aconteça. Quem me segue nas mídias sociais e conhece um pouco da minha história de superação, gosta de acompanhar conteúdos que mostram minha evolução no estilo de vida, naturalmente dinâmico: entre treinos, trabalhos e eventos que realizo. Me comunico de maneira muito natural. Eu sou vencedora, acima de tudo, e vendo realmente a minha verdade e o que me inspira. Todo dia é um novo aprendizado”.

Foto: Arquivo Pessoal

Lídia observa ainda que muitas empresas se prendem ao “padrão ideal” de ter apenas profissionais mais jovens. No entanto, colaboradores maduros prever movimentos do mercado, o que possibilita a antecipação de problemas, trazendo soluções para as empresas. Isto tem bastante valor e muitas empresas já estão se dando conta da importância da inclusão. A junção das duas faixas etárias é a combinação perfeita.

“Aos 50 anos me reinventei no mercado de trabalho, imagina uma mulher levantando a bandeira da idade e se lançando como comunicadora, desta vez, na linha de frente? Tive que me reposicionar, inclusive, nas redes sociais. A mensagem que deixo a todos é: “Errar para acertar. Este é o caminho do sucesso. Consistência nas ações e constância no processo é a trajetória para a sonhada virada de chave. Siga sua intuição e o que faz seu coração vibrar, pois o plantio é o opcional, porém, a colheita é obrigatória. Pra cima! ”, diz Lídia Oliveira.

Buscamos como fonte o CEO e fundador da Sotaq Creators e Grupo InVoga, Vinicius Machado, para nos falar sobre representatividade dos influencers 50+. Aqui, Vinícius compartilha suas impressões sobre novo mercado da influência para pessoas acima de 50 anos. “Para um influenciador 50+ ter importância na rede social, ele tem que falar com o público do qual pertence. O maior erro que eu vejo na economia prateada e nos influenciadores prateados é não conseguir assumir sua idade, seus comportamentos, seus costumes e falar para esse determinado público. Hoje, as pessoas entendem que o marketing é sobre comportamento. Estamos vivendo um momento novo da influência, com identificação. Existe uma enorme parcela consumidora online no país que, muitas vezes, não tem identificações. É necessário encontrar personagens que gerem isto e, crie uma conversão, por meio de informação, conteúdo, produtos, e consequentemente, gerar uma comunidade. Isto é fundamental para as caminhadas terem assertividade”, relata Vinícius Machado.

O fundador da Sotaq Creatora ainda ressalta: “O caminho da Economia Prateada é muito voltado para um comportamento diferenciado. Até a forma dos textos na internet precisam ter uma fonte maior para facilitar a visão. Existem várias mudanças de comportamento para que se consiga atingir todos os perfis e públicos. O WhatsApp é a rede social que tem a maior relevância dentro desse segmento”.

Foto: Arquivo Pessoal

“O etarismo é uma questão que já está sendo mais priorizada e que não acontece somente no mercado de trabalho. É um preconceito velado de diversas formas, em diversos segmentos. Já presenciei casos no mercado de trabalho e na minha família, de pessoas com mais de 55 anos que sentem uma grande dificuldade de serem respeitados, principalmente, no Marketing. É fato, a busca dos profissionais jovens, porque o mundo está indo muito para o digital e a velocidade da internet. Entretanto, a diversidade é fundamental para qualquer negócio. Ter pessoas com várias idades é uma contribuição, agrega bastante”, diz Vinícius.

Vinícius, também, é fundador do Grupo InVoga e diz: A gente trabalha o Grupo InVoga como um veículo de notícias, conteúdo de comportamento, principalmente, por meio do portal e rede social. Percebemos que a adesão das pessoas com esse tipo de assunto é muito aquecida, porque fala pra muita gente, trazendo bastante o cotidiano. Então, temos que dar algumas adaptadas pra que esses públicos se sintam parte e entendam de tudo. Outra coisa interessante é que percebemos a busca das pessoas mais velhas pelos podcasts.

*Texto: Nosso Meio

4 de julho de 2023 às 14:08

Banner topo prefeitura
Banner topo arvo
banner topo – Shopping Aldeota
Banner Casa Linda Flor – Banner Logo
Banner topo – Conexão085
Banner – Propaganda em Pauta

Apoio e patrocinio