Página Interna

Hino dos nordestinos, Asa Branca completa 75 anos de gravação

Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira lançaram "Asa Branca" em 3 de março de 1947. (Foto: Jornal da USP)

No dia 3 de março de 1947, Luiz Gonzaga gravava, pela primeira vez, a canção que ficaria imortalizada por muitos como hino dos nordestinos. Composta em parceria com o cearense de Iguatu Humberto Teixeira, “Asa Branca” levou a cultura do Nordeste para todo o Brasil.

Gravada nos estúdios da RCA, no Rio de Janeiro, a música demorou dois anos para ser concretizada. Com uma melodia simples mas poderosa, a canção retrata a saga do sertanejo, que se vê forçado a deixar sua terra diante da falta de água.

Com uma riqueza tanto na letra quanto na composição, “Asa Branca” é tida como uma das cinco músicas mais importantes da cultura brasileira e uma das canções mais tocadas em festas juninas por todo o país.

A canção já foi gravada mais de 500 vezes, em mais de dez idiomas, inclusive por grandes nomes como Zé Ramalho, Elis Regina, Gilberto Gil, Fagner, Elba Ramalho, Lulu Santos, e até uma versão em inglês por Raul Seixas.

Em 2009, a renomada revista Rolling Stone Brasil publicou uma lista com as 100 maiores músicas da história do País. “Asa Branca” conquistou o quarto lugar, ficando atrás apenas de clássicos como “Carinhoso”, “Águas de Março” e “Construção”.

Topo Logo

Apoio e patrocinio