Página Interna

Eletrificados em alta: vendas de carros elétricos crescem 115% no 1º trimestre

A eletromobilidade no Brasil entra no terceiro ano seguido de sólido crescimento. Segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), as vendas de veículos eletrificados leves no país cresceram 115% no primeiro trimestre de 2022, chegando a 9.844 unidades, contra 4.582 no mesmo período de 2021.

Os veículos elétricos e híbridos seguem uma tendência inversa à do mercado total de vendas domésticas de automóveis e comerciais leves, que caiu 25% na comparação entre os primeiros trimestres de 2022 e 2021, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Os 3.851 emplacamentos de eletrificados do mês passado representam aumento de 106% sobre março do ano anterior e de 12% sobre fevereiro de 2022. Março foi também o terceiro melhor mês da série histórica, só superado por dezembro e agosto de 2021, com 4.545 e 3.873 emplacamentos, respectivamente.

Os números, coletados pela ABVE com dados do Renavam, referem-se à soma das vendas de automóveis, utilitários, SUVs e comerciais leves eletrificados, incluindo elétricos híbridos, híbridos plug-in e totalmente elétricos.

Avaliação

Os resultados do primeiro trimestre de 2022 reforçam a percepção de uma nova tendência do brasileiro, que passa a preferir veículos com baixa emissão de poluentes. É o que explica Gabriel Joca, sócio e gestor da UrbEletric, que fornece soluções para eletrificados no Nordeste, com sede em Fortaleza.

“Não só em razão dos combustíveis fósseis, que passam por crises em sequência, mas a própria consciência sustentável da população está impulsionando esse mercado. O veículo eletrificado soma a economia a longo prazo com o alinhamento às políticas ambientais. O setor está crescendo a passos constantes, e deve avançar ainda mais nos próximos anos”, avalia o empresário.

Na Europa, as vendas de elétricos plug-in chegaram a 19% do mercado em 2021. Na China, a 15%. Nos Estados Unidos, a 4%. No Brasil, essa participação ainda está em 0,8% nesse primeiro trimestre. Para que ela seja maior, é essencial que haja um sistema de apoio ao transporte limpo, pontua Gabriel Joca.

“A UrbEletric, por exemplo, oferece soluções que vão desde a venda única do carregador até a instalação completa da estrutura de carregamento em condomínios, prédios empresariais, shoppings… Isso cria um ambiente mais acessível aos donos de eletrificados, que se sentem mais seguros sabendo que, nos principais espaços que frequentam, terão onde recarregar.”

Ele completa avaliando que o mercado cresce a passos constantes, e deve avançar ainda mais nos próximos anos. A frota total de eletrificados leves no Brasil é de 86.986 veículos (janeiro de 2012 a março de 2022). Mantendo-se a tendência atual, ela poderá chegar a 100 mil veículos já no final deste semestre.

Topo Logo

Apoio e patrocinio