Página Interna

Duas cearenses são selecionadas para o Programa Jovens Embaixadores 2022 nos EUA

Vitória Lima Albuquerque, de Fortaleza, e Yasmin Oliveira Martins, de Crateús, vão representar o Ceará no Programa Jovens Embaixadores 2022. Foto: Reprodução/Instagram.

As estudantes Vitória Lima Albuquerque, do Colégio da Polícia Militar do Ceará General Edgard Facó, em Fortaleza, e Yasmin Oliveira Martins, da Escola de Ensino Médio em Tempo Integral Lions Club, em Crateús, foram selecionadas para representar o Ceará no Programa Jovens Embaixadores 2022.

Elas foram escolhidas para integrar um seleto grupo de 50 jovens do nosso país, aprovados pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. O processo seletivo contou com um total de 6.435 inscrições e passou pelas etapas de prova escrita e oral em inglês.

Um dos princípios do programa é o engajamento dos estudantes em ações de impacto e empreendedorismo social. Por meio destas atividades, os jovens atuam diretamente na transformação positiva do meio onde estão inseridos.

Vitória atua no projeto Correspondentes O Povo, desenvolvido pelo jornal da capital cearense, em que exercita a criatividade e o ativismo por meio da divulgação de textos e ilustrações artísticas. Nas produções, a aluna retrata o contexto da juventude cearense, refletindo sobre o direito à comunicação e a desigualdade social, por exemplo, além de elaborar podcasts educativos.

Yasmin, por sua vez, participa da Associação MAMA, iniciativa que oferece assistência a mulheres que lutam contra o câncer, além de promover campanhas de conscientização e doações de perucas às que sofrem queda de cabelo no processo de tratamento da doença.

Sobre o programa

A viagem dos Jovens Embaixadores está prevista para ocorrer no período de 1º a 17 de julho deste ano. Na primeira semana, os estudantes participam de oficinas sobre liderança e empreendedorismo, visitam escolas, conhecem projetos sociais e reúnem-se com representantes do governo norte-americano, em Washington-DC.

Em seguida, viajam para outra cidade, onde participam de atividades relacionadas ao tema do programa, visitam projetos de empreendedorismo jovem, fazem apresentações sobre o Brasil e fortalecem seu perfil de liderança.

Para concorrer a uma vaga, era necessário saber falar inglês, ter desempenho escolar de excelência e perfil de liderança, além de participar de projetos de empreendedorismo social ou ter tido uma ideia que gerasse impacto coletivo.

A iniciativa, que leva estudantes do Ensino Médio da rede pública do Brasil para um intercâmbio nos EUA, completa 20 anos e, desde sua criação, 690 jovens brasileiros já participaram do programa. A edição de 2022 marca a comemoração dessas duas décadas e contará com uma agenda especial. Atualmente, o Programa Jovens Embaixadores é realizado em todos os países do continente americano.

Topo Logo

Apoio e patrocinio