Página Interna

Dragão do Mar celebra Dia da Consciência Negra com ciclo cênico gratuito em novembro

Em alusão ao Dia Nacional da Consciência Negra comemorado no sábado (20), o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC) realiza um ciclo cênico ao longo do mês de novembro, com apresentações presenciais e virtuais entre os dias 16 e 21 deste mês, a maioria delas acessíveis em Libras. Os espetáculos com presença de público seguirão os protocolos do Governo do Ceará, estabelecidos por meio de decreto.

Espetáculos presenciais

Abrindo a programação, nesta terça-feira (16), às 19h, no Teatro Dragão do Mar, o grupo Nóis de Teatro apresentará “Despejadas”, espetáculo inspirado no livro “Quarto de despejo”, de Carolina Maria de Jesus. Em cena, três atrizes lançam as suas complexidades, dores e inquietações sobre o que é ser mulher nas periferias da cidade e clamam por novos caminhos em busca da liberdade.

Já na quinta-feira (18), a plataforma Lança Cabocla apresenta, agora no palco do Teatro Dragão do Mar, o espetáculo homônimo recentemente exibido no circuito virtual de apresentações do Festival de Artes Cênicas Cena Ceará. No espetáculo, o grupo traz danças-aparições com plantas de proteção, danças de caboclo que ensaiam uma defesa-ataque, e exibe corpos que assentam em vida-morte-vida.

Ambas as apresentações no Teatro são acessíveis em Libras e gratuitas mediante a retirada de ingresso no site Sympla Bileto, a partir das 15 horas do dia anterior a cada apresentação. O link para a distribuição de ingressos também poderá ser acessado no site do Dragão do Mar. Serão ofertados 100 lugares para cada uma das apresentações. O código emitido pela Sympla deve ser apresentado na entrada e será válido até 10 minutos antes do início do espetáculo. Não será permitida a entrada após o início da apresentação.

Espetáculos virtuais

No sábado (20), a articuladora social e cultural Adda Kyttanda, que fundou o Coletivo Cultural África Nordestina dentro da comunidade de Remanescentes de Quilombolas Conceição dos Caetanos, no município de Tururu (CE), exibirá, a partir das 18h, no IGTV do Dragão do Mar, a performance “África Nordestina”, na qual destaca a beleza da dança negra, com coreografias inspiradas nas danças tradicionais do quilombo. Esse projeto integra a programação formativa composta por projetos artísticos selecionados a partir da convocatória Arte em Rede, edição 2021.

Ainda por meio da Convocatória Arte em Rede, no mesmo dia, às 19h, no YouTube do Dragão, o coletivo Ponto apresentará “Tanto Mar”.  Por meio da dança acompanhada de manipulações imagéticas, três corpos pretos afeminados celebram suas raízes e ancestralidade.

Uma programação infantil encerrará o ciclo cênico do Mês da Consciência Negra, no domingo (21). A partir das 17h, no YouTube do Dragão, o Grupo Maleta de Histórias estreará “Memórias de Um Baobá”, espetáculo teatral que narra lendas e histórias africanas.

Mais detalhes de cada atividade podem ser consultados no site do Dragão (www.dragaodomar.org.br).

Serviço:

Mês da Consciência Negra no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura

De 16 a 21 de novembro de 2021

Horários diversos

Programações presenciais no Teatro Dragão do Mar (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema

Programações virtuais no YouTube e no Instagram do Dragão do Mar

Acesso gratuito

Topo Logo

Apoio e patrocinio