Página Interna

#CONEXÃO2022: Sommelier explica a tradição dos espumantes no Réveillon

Na virada de um ano para o outro, as pessoas se reúnem para celebrar conquistas e manifestar desejos para o futuro. Um importante elemento desse rito de passagem é o estourar dos espumantes, costume enraizado na cultura mundial. No clima do Réveillon 2022, o Conexão 085 conversou com o sommelier Nathyel Carvalho, que faz um passeio sobre essa frisante tradição, dá dicas sobre como servir o espumante e ainda traz indicações de rótulos.

“O espumante se tornou uma bebida altamente comemorativa desde os tempos de Napoleão Bonaparte, que sempre celebrava suas vitórias sabrando os espumantes, técnica de abrir a garrafa com o sabre ou haste da taça, que degola a rolha junto com o gargalo”, conta Nathyel. “Então ficou como um símbolo de conquistas e boas vindas a novos ciclos até os tempos de hoje, talvez pelo visual do perlage, que são as borbulhas que brotam no fundo da taça passeando até a coroa de espumante”, completa.

Na noite de Ano Novo, além de ter em mãos o vinho de sua preferência, é importante também saber servir seus convidados. Nathyel explica que o espumante tem que estar bem gelado, por volta de 2 a 4 graus Celsius, e fala também que a taça mais associada à bebida não é necessariamente a ideal.

“Sempre vemos os espumantes nas taças Flute, porém elas deixam o espumante com mais peso em boca. Sugiro uma taça bem bojuda, assim a percepção dos sabores se tornam mais leves e refrescantes. As taças bojudas ainda ajudam a elaborar um drink fresh, com gelo e frutas cítricas, como limão siciliano e morango”, acrescenta o especialista.

Para o Réveillon 2022, Nathyel indica aos leitores do Conexão 085 quatro rótulos especiais. Em primeiro lugar, com o melhor custo benefício do mercado, um espanhol Cava Espanhola Don Roman (R$ 69,90); seguido por um Miolo Cuvée Brut Rosé (R$ 59,90); um Marco Luigi Reserva (R$ 55,90); e, por fim, o Amitié Brut e Brut Rosé (R$ 69,90). O sommelier finaliza com a reflexão de que “o melhor vinho não é o mais caro, e sim o que todos da mesa possam degustar!”.

Topo Logo

Apoio e patrocinio