Página Interna

Com a chegada do Verão, relembre a importância dos cuidados com a pele

Começou nesta terça-feira (21) o verão no Hemisfério Sul. Marcada pela elevação da temperatura em todo o país, em função da posição do Sol mais ao sul, a estação tem dias mais longos que as noites, além de mudanças rápidas nas condições de tempo. Com a chegada do verão, e junto dele as férias, é comum a população se expor mais ao sol, seja em praias, clubes, praças ou parques.

Porém, é preciso adotar alguns cuidados na rotina para evitar casos de insolação e, consequentemente, de câncer de pele – em situações de exposição contínua. A colunista do Conexão 085, dermatologista Helena Rios, lembra que onde há sol é preciso ter proteção, e dá dicas de como prevenir a doença.

O uso diário do filtro solar é uma das principais recomendações, porém, a especialista lembra que a prevenção também inclui cuidados como o uso de chapéus e bonés, uso de óculos com proteção UV, evitar ficar sem camisa no sol, e evitar o sol entre 10h e 16h.

A médica também reforça que o uso diário do filtro solar deve ser redobrado na pele mais madura. Segundo a dermatologista, “o ideal é que seja feito um retoque a cada 4 horas de uso e que o fator de proteção do produto seja acima de 50, e para complementar, não deixando a sua pele ressecada, busque loções com textura mais oleosa.”

Além do mês de início do Verão, também estamos no Dezembro Laranja, mês da Prevenção do Câncer de Pele, e parte dessa prevenção passa por estar alerta com os sinais do nosso corpo. “Alguns sintomas para ficarem atentos são: Manchas pruriginosas (que coçam), descamativas ou que sangram; Sinais ou pintas que mudam de tamanho, forma ou cor; ou Feridas que não cicatrizam em 4 semanas. Então fica o alerta. Procure seu Médico Dermatologista ao primeiro sinal que seja diferente”, finaliza a Helena Rios.

A mensagem central da campanha Dezembro Laranja em 2021, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, é “Adicione mais fator de proteção ao seu verão!”. As estatísticas da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele constatam que o brasileiro ainda não se protege adequadamente do sol: 63,05% das pessoas se expõem sem qualquer proteção.

Topo Logo

Apoio e patrocinio