Página Interna

Síndrome de Burnout e a necessidade do corpo descansar 

A síndrome de burnout é um distúrbio psíquico caracterizado pelo estado de tensão emocional e estresse provocados por condições de trabalho desgastantes. Sua principal característica é o estado de tensão emocional e estresse crônicos provocado por condições de trabalho físicas, emocionais e psicológicas desgastantes. 

A síndrome se manifesta especialmente em pessoas cuja profissão exige envolvimento interpessoal direto e intenso. Profissionais das áreas de educação, saúde, assistência social, recursos humanos, agentes penitenciários, bombeiros, policiais e mulheres que enfrentam dupla jornada correm risco maior de desenvolver o transtorno.

A Síndrome de Burnout acaba sendo confundida, muitas vezes, com outros problemas emocionais, isso porque os seus sintomas também estão presentes em outras patologias mentais. Por isso é necessário prestar atenção em muitos detalhes, sendo que o diagnóstico só deve ser feito por um profissional. Saber identificar uma pessoa que tenha a síndrome é importante tanto para ajudá-la e para tornar o convívio o melhor possível. 

Práticas simples que precisamos ficar atentos no dia a dia. Uma rotina de exercícios físicos, alimentação saudável e adequada a rotina, não deixar de lado os momentos de lazer, procurar se cobrar menos e aprender com os erros, superando os desafios sem culpa, reorganização os dias adaptando as tarefas de forma a manter a calma diante dos desafios diários. É importante também cultivar relacionamentos saudáveis no ambiente de trabalho e momentos de meditação, oração ou qualquer atividade que tranquilize a mente.

Karla Rolim
Psicóloga clínica e organizacional
Gestalt Terapeuta
Mestranda em Psicologia Clínica pela Universidade Autônoma de Lisboa 

Apoio e patrocinio