Página Interna

Siderúrgica do Pecém exportou mais de 13 milhões de toneladas de placas de aço

Nesta quinta-feira (12.08), a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) completa cinco anos de produção de placas de aço enviadas ao exterior. Neste período foram exportadas, 13,2 milhões de toneladas e a expectativa para os próximos anos é que esse número seja ainda mais positivo. 

Conforme o presidente da CSP Danilo Serpa, o setor estima um crescimento de 15% no consumo de aço no Brasil em 2021, pois a economia está voltando a ficar aquecida. 

Um dos maiores consumidores das placas de aço cearense é o Estados Unidos que recebeu 42,6% das mais de 13 milhões de toneladas de aço exportadas em cinco anos. Considerando apenas o ano de 2021, 64,4% das placas de aço exportadas foram destinadas aos EUA, enquanto 31,2% foram enviadas para portos do Brasil e 4,2% foram para o Canadá.

De acordo com dados da plataforma de comércio exterior do Ministério da Economia, esses produtos correspondem hoje a mais da metade das exportações cearenses. As placas também representam 63% das movimentações de cargas no Porto do Pecém.

 

Apoio e patrocinio