Página Interna

Mercado brasileiro de aviação executiva registra crescimento durante a pandemia

A crise gerada pela pandemia da Covid-19 atingiu diversos setores da econômica. Um dos poucos a ter resultados positivos foi aviação executiva. 

Dados da Avantto, empresa de compartilhamento de aeronaves executivas, indicam que, em 2020, houve um aumento de 25% das operações quando comparado a 2019. Os fatores que motivaram essa alta teriam sido a baixa oferta de voos comerciais e as pessoas não querem se aglomerar nas aeronaves. 

A expectativa para esse ano de 2021 é um crescimento de 32%. Um outro fator que contribui ainda mais para o desenvolvimento desse cenário é a nova regulamentação sobre compartilhamento de aeronaves no Brasil, aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) no último mês de fevereiro e que passa a valer em 2022.

Apoio e patrocinio