Página Interna

Empresas cearenses realizam campanha para arrecadação de cilindros de oxigênio no Estado

Com o crescimento nas ocupações de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em consequência do aumento de casos do coronavírus, alguns municípios no interior do estado temem o desabastecimento dos cilindros de oxigênio. 

A situação preocupante levou algumas empresas a buscarem meios de ajudar o sistema de saúde do estado. Com a campanha “Vamos manter o Ceará respirando”, criada pelo Sindicato das Indústrias Metalúrgicas Mecânicas e de Material Elétrico no Estado do Ceará (Simec), o sindicato tem como objetivo conquistar os que fazem parte das indústrias metalmecânica para ajudar na situação atual, já que as empresas utilizam cilindros recarregáveis de aço, que são compatíveis aos que se utiliza em hospitais.

Algumas empresas do ramo estão comunicando a secretários de saúde, diretores hospitalares e autoridades municipais, que devido à alta demanda, não estão tendo capacidade de fazer o abastecimento de oxigênio medicinal a alguns municípios cearenses.

Apoio e patrocinio