Página Interna

Ceará lidera geração de empregos no Nordeste em dezembro de 2020, segundo a CAGED

O ano passado não foi fácil para a maioria dos trabalhadores brasileiros, devido à pandemia muitos diminuíram sua renda e até mesmo perderam seu emprego. No entanto, no Ceará o cenário ainda apresentou expansão no segmento celetista, que apresentou expansão de 3.831 postos de trabalho. O saldo representa o melhor resultado do Nordeste e o segundo melhor do Brasil, para o período. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e foram divulgados, nesta quinta-feira (28), pelo Ministério da Economia.

O resultado decorreu de 29.873 admissões e 26.042 desligamentos e manteve a trajetória positiva, iniciada em julho. Neste contexto, os números foram puxados principalmente pelos setores do comércio (2.706) e serviços (2.637), visto que a construção civil, indústria de transformação e agropecuária registram retrações.

Em 2020, os dados revelam um saldo positivo de 18.546 empregos celetistas gerados no Ceará, bem acima dos 10.319 registrados em 2019, mantendo o estado como o segundo maior gerador de postos de trabalho formais no Nordeste, atrás somente do Maranhão (19.753).

Apoio e patrocinio