Página Interna

Agronegócio brasileiro tem os melhores resultados da história, segundo Credit Suisse

Os analistas do banco Credit Suisse, acreditam que a safra 2021/2022 será a melhor da história para o agronegócio do País e elevarão as projeções para empresas do setor. Essa expectativa acontece devido ao aumento do valor da terra no Brasil, a alta nos preços da soja.

Segundo o relatório do banco suíço, em 2018, as indústrias no Brasil começaram a ser afetadas pela guerra comercial entre EUA e China, elevando os preços do grão de soja em 2,5 vezes. O milho e o algodão também tiveram os preços triplicados e dobrados, no mesmo período. 

O banco suíço também projeta que na colheita de 2020/21 haverá um déficit de 6,4 milhões de toneladas globalmente, menos que as 18 milhões de toneladas registradas na safra passada. Já em relação a safra de 2021/22 haverá uma aceleração no ritmo de valorização de terras não maduras, devido ao período da lucratividade ser recorde, estimulando a expansão da área plantada, oferecendo suporte a uma melhor dinâmica de preço para a terra.

Apoio e patrocinio