Página Interna

Chuvas da pré-estação batem recorde e já enchem os açudes

Está oficialmente iniciada a quadra chuvosa no Ceará, com esperança de boas chuvas. A pré-estação terminou com os melhores índices de chuvas dos últimos anos. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou, entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022, o acumulado de 215,6 milímetros, sendo 167,5 mm no mês passado e 48,1 mm em dezembro de 2021.

Esses registros indicam que o volume pluviométrico registrado no bimestre foi o maior desde 2011. O município de Iguatu, no Centro Sul do Estado obteve o melhor índice de chuvas nos últimos dois meses, registrando 521 milímetros. Outros 73 municípios do Ceará tiveram índice acumulado de chuva acima da marca dos 200 milímetros.

Aporte nos açudes

Diante das boas chuvas de pré-estação, os 155 reservatórios do Estado monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) apresentam discretas mudanças diárias. Atualmente, o volume aportado nos reservatórios é de 21,44%.

No mês de janeiro, dois açudes sangraram: o Germinal, na cidade de Palmácia e o Barragem do Batalhão, em Crateús.O reservatório Rosário, em Lavras da Mangabeira, ultrapassou a marca dos 90%. A previsão é que outros açudes transbordem em fevereiro, com o início da estação chuvosa.

O último prognóstico anunciado pela Funceme indica, para o trimestre de fevereiro a abril, 40% de probabilidade de chuvas acima da média, 40% em torno dela e ainda 20% de chances de precipitações abaixo da normal climatológica.

Topo Logo

Apoio e patrocinio