Página Interna

Ceará deve receber quatro novos grandes equipamentos culturais em 2022

Estão previstos para serem entregues aos cearenses, ainda neste ano, quatro importantes locais de promoção da cultura: o novo Museu da Imagem e do Som do Ceará e a Estação das Artes (foto), em Fortaleza; o Centro Cultural do Cariri, no Crato; e a Casa de Antônio Conselheiro, em Quixeramobim. As inaugurações fazem parte da ampliação da Rede Pública de Equipamentos Culturais da Secretaria da Cultura do Estado (Secult).

O novo Museu da Imagem e do Som do Ceará é um investimento de R$ 50 milhões, contando com a obra e com a aquisição de equipamentos, mobiliários e a ambiência interior. O amplo museu terá espaços para exposições, salas para formação, laboratórios e reservas técnicas. “Será um equipamento de referência no País, na política de acervos e sobretudo aquela voltada para a imagem e o som”, pontua o secretário da Cultura Fabiano Piúba.

Até o mês de março, será entregue a Estação das Artes, que consiste na restauração do conjunto de prédios e galpões em frente à praça Castro Carreira (Praça da Estação), que pertenciam à antiga Estação Ferroviária João Felipe. Lá irá funcionar a Pinacoteca do Ceará, um Centro de Design, o Mercado de Gastronomia do Ceará e também o Museu Ferroviário, além das sedes do Iphan e da Secult.

Outro importante equipamento é o Centro Cultural do Cariri, com previsão de entrega no primeiro trimestre de 2022. Ele fica onde funcionava o antigo Hospital Manuel de Abreu, no Crato. “Estamos trabalhando em um conceito de um ‘Centro Cultural Parque’, reunindo cultura e natureza. Vamos ter lá teatro, museu, biblioteca, salas de exposições, salas de residências artísticas, planetário, pista de skate e areninha”, acrescenta Fabiano Piúba.

Também vai compor a rede da Secult a Casa de Antônio Conselheiro, em Quixeramobim, depois de passar por um restauro, reforma e modernização do espaço. Segundo a pasta, além de um lugar de valorização da memória do Conselheiro, será também um espaço de promoção dos saberes do sertão e dos sertanejos, com ênfase nas lutas sociais pela terra e dos movimentos de resistência no Brasil, com destaque especial para Canudos.

Topo Logo

Apoio e patrocinio