Página Interna

Bancos cogitam uso de moeda digital pelo mundo; BC estuda a tecnologia

Os bancos de todo o mundo, incluindo os brasileiros, estão cogitando a possibilidade de usar o dinheiro digital. Chamado de CBDC (Central Bank Digital Currency, ou Moeda Digital do Banco Central), tem o mesmo valor do dinheiro físico.

No Brasil, a tecnologia está sendo estudada pelo Banco Central. A instituição criará um laboratório para analisar possibilidades para uma versão brasileira do CBDC, que pode ser chamada de real digital, segundo informação divulgada pela Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac).

Em entrevista ao CNN Brasil Business, Rodrigoh Henriques, líder de inovações financeiras da Fenasbac, a expectativa é que o lançamento da moeda no Brasil ocorra em 2024. De acordo com o especialista, os bancos centrais estão procurando digitalizar a moeda de cada país e assim dar mais eficiência às economias locais.

O que muda?

A princípio, a implantação do real digital não implicará em grandes mudanças para a população, já que os brasileiros estão acostumados a realizarem transações digitais e o real digital é parecido com o Pix, segundo Rodrigoh Henriques.

De acordo com informações do Banco Central, o real digital tem como foco os pagamentos online, o que não demandará sobre o papel-moeda.  Entretanto, os especialistas dizem ser difícil definir com exatidão como as moedas digitais impactarão a sociedade e as economias locais, já que as estruturas dos projetos são novas.

Topo Logo

Apoio e patrocinio