Página Interna

Apple é avaliada em US$ 3 trilhões, mais do que o dobro do PIB do Brasil

Nesta segunda-feira (3), a Apple se tornou a primeira empresa de capital aberto a atingir o valor de US$ 3 trilhões, mantendo a dona do iPhone como a companhia mais valiosa do mundo.

A empresa já havia quebrado o recorde do US$ 1 trilhão, em agosto de 2018, e dos US$ 2 trilhões, em agosto de 2020.

A marca foi alcançada por volta das 15h50, quando o valor da ação atingiu US$ 182,86 – na sequência, houve recuo. O novo recorde mostra a expansão da empresa nos últimos anos. A título de comparação, o valor é mais de 4,5 vezes superior à capitalização de todas as companhias brasileiras listadas na B3, de US$ 685 bilhões em novembro de 2021.

Em um cenário hipotético, se a Apple fosse um país e essa avaliação de mercado fosse o seu Produto Interno Bruto, a “nação iPhone” seria a quinta maior potência do mundo em 2020, atrás apenas de Estados Unidos (US$ 20,9 trilhões), China (US$ 14,7 trilhões), Japão (US$ 4,9 trilhões) e Alemanha (US$ 3,8 trilhões) – o Brasil ficaria na 13 ª posição, com US$ 1,4 trilhão, segundo o Banco Mundial.00

Topo Logo

Apoio e patrocinio